sexta-feira, julho 22, 2011

Sua caneca de café está meio cheia ou meio vazia?

Uma pausa nas 20 coisas para tornar seu dia inesquecível para um pequeno comercial de café: a marca canadense Maxwell House abriu sua cafeteria própria - a OPTIMISM CAFÉ - e apostou no conceito da motivação - afinal, tem algo mais motivador para começar o dia do que uma bela caneca de bom café?

O site é ótimo, é lindo, dá vontade de uma boa dose de cafeína e é um boost instantâneo no ânimo, já que os usuários podem compartilhar suas fotos e declarações inspiradoras de good vibes. Dá uma olhada: http://www.brewsomegood.ca/ 

E aqui, o mimoso comercial da marca, com a pequena Jessica TODA TRABALHADA NA MOTIVAÇÃO. Você já viu isso na internet, tenho certeza. Pois. Vale a pena rever:


http://youtu.be/VeyZxxYjnKQ

segunda-feira, julho 18, 2011

Como tornar seu dia inesquecível, parte 3

Então você leu as duas primeiras partes de 'Como tornar seu dia inesquecível'. E você não se aguentou de curiosidade e foi para o post original, mas você voltou aqui porque curtiu minha maneira de interpretar as dicas (afinal, você é brasileiro, você tá tão precisando de autoajuda quanto eu, enfim). Então segura que agora vem a parte três. Olha:

  • Ajudar alguém - O post original fala sobre quando você tem um impacto positivo na vida das pessoas. Fala sobre ajudar os outros a serem felizes. Tudo muito lindo, mas às vezes a pessoa não quer ser ajudada. Às vezes a gente está apenas se intrometendo na vida alheia. E aí? Minha sugestão: este item só vale se a pessoa ajudada agradecer.
  • Participar de algo em que você acredita – ...o que pode ser qualquer coisa: associação de moradores do bairro, igreja, ONG, blog coletivo... engajamento em coisas que você gosta dá um gás na vida, sabe? Ainda mais quando você consegue participar de forma profissional, quero dizer, ganhando dinheiro e vivendo de algo em que você acredita. Dá gosto. Já tentou?
  • Os velhos amigos - Sabe aqueles papos com a melhor amiga de infância? Aquela cervejinha inocente com algum amigo de longa data que você não vê há tempos? Então. Isso faz qualquer dia ser mais legal.
  • Fazer novos amigos - Por que não? Mas vale lembrar duas coisas: uma, networking não é necessariamente fazer amigos... e duas, novos amigos aparecem naturalmente (ou seja, "sair para fazer amigos", "Fazer um curso para fazer amigos" não necessariamente vai funcionar).
  • Fazer algo do qual você possa rir depois – Sim. Diversão, piadas internas com o marido / amigos / família... rir é legal e faz bem, rir depois prolonga os efeitos benéficos do riso.

Ainda falta mais uma parte. São 20 coisas para tornar os seus dias inesquecíveis. Mas e as tarefas diárias? Tá fazendo? Tá virando hábito?

    * Alongamento - você tem feito? Cara, não leva cinco minutos. Dá uma alongada na coluna, nos braços e nas pernas quando acordar, enquanto estiver se espreguiçando. Faz um bem danado. Se puder fazer isso de cara pra janela, melhor ainda.
    * Agradeço tudo o que tenho - você tem agradecido? Você tem um lugar pra morar, acesso à internet, tem saúde, já é o suficiente pra agradecer. Se você tiver um marido como o meu, uma família como a minha e um emprego que te pague pelo menos as contas e tenha um ambiente legal, você TEM QUE se sentir grato.
    * Penso em como quero que seja meu dia - ando falhando nessa, não tenho imaginado muito as coisas boas que quero que aconteçam. Lembro só de vez em quando, quando pressinto problemas...
    * Visualizo dinheiro entrando na minha conta - olha, isso tá até legal. Não está funcionando tanto quanto eu queria, mas Estou a caminho de chegar na soma que acho ideal para viver com conforto e poder bancar cursos, viagens y otras cositas más.
    * Penso na casa que quero ter - E essa, agora? Tenho esquecido também.
    * Me visualizo pesando 61kg (e coradinha, com saúde) - Aaaah, deixa eu te falar: suplementos de ferro e o feijãozinho delícia do marido têm feito milagres pras minhas bochechas, agora rosadas.
    * Digo pra Cid o quanto eu o amo (essa eu sei que funciona, tá mais pra 'ação e reação' do que pra 'lei da atração'!) - Sim!
    * Organização e produtividade: faço uma lista das tarefas das quais preciso dar conta (de 'responder e-mail de fulano' a 'passar no hortifruti'), faço as mais rápidas e simples primeiro, não disperso enquanto não terminar (essa eu sei que funciona também!) - Sim!
    * Entro em contato com minha família (e-mail, telefone ou sinal de fumaça) - Isso faz bem. Família são aquelas pessoas que seguram sua barra, não importa o que aconteça.

E você? Tem trabalhado para que sua vida seja a que você sempre quis? Pensar positivo adianta pra você? Me conta aí.

quinta-feira, julho 14, 2011

Como recuperar a voz depois de um excesso vocal

Então você exagerou no karaokê. Foi para a rodinha de violão na sexta e acordou sábado completamente sem voz. Deu uma palestra e se viu praticamente mudo no dia seguinte. Existem vários motivos para as disfonias: lesões mais ou menos graves nas pregas vocais, problemas crônicos… Só um médico pode dizer realmente o que você tem. Mas, se você não estiver sentindo dores, vale tentar isso aqui.
 

Você vai precisar de:
  • Muita água (nada de gelados!)
  • Maçã
  • Spray de mel, própolis e romã
  • Papel e caneta
  • Paciência
  • Bons ouvidos


1 Exercite a paciência e a audiçãoVocê não pode falar até recuperar a voz. NADA. Nem um ‘ai’. Não insista. Falar baixo também não pode: sussurrar só vai forçar sua voz. Isso aí. Ouça, preste atenção nos barulhos, nas pessoas. Avise no trabalho que hoje, e só hoje, você se comunicará apenas por e-mail. Aprenda a linguagem de libras. Use bilhetinhos. Passar um dia no silêncio absoluto é um exercício curioso, mas você recuperará sua voz rapidinho. Papel e caneta ajudarão – e muito – a dar o recado.

2 SpraysAutomedicação não é legal em hipótese alguma, lembre-se disso… Mas spray de mel com própolis está liberado (considerando que você não tem diabetes e pode usar esses sprays, certo?). Procure um que tenha extrato de romã. Uma carga extra de própolis não faz mal. Borrife sempre que você quiser falar com alguém… Em vez de falar. Que tal?


3 ÁguaBeba água, muita água. A água ajuda a limpar o muco da garganta e a manter as pregas vocais hidratadas. Não, não, pastilha não: pastilhas aliviam as dores, mas podem mascarar algum desconforto. Uma dosezinha de conhaque também não, pelo mesmo motivo: você acha que o álcool relaxa sua voz, mas o que acontece é que ele apenas anestesia – se você tiver um problema, ele ainda estará lá. Não cura. Não hidrata. Não limpa. Aposte na água, muita água: 1 litro de água na temperatura ambiente está bom!
 
4 Força de vontadeNão, você ainda não pode falar. Sua voz deve ficar de repouso. E, se estiver frio, agasalhe bem a região do pescoço: manter a garganta quentinha e confortável ajuda, ah, se ajuda! Mas, olha… Não pode falar. Nada. Entendeu?


5 MaçãSe Maria Bethânia diz que sua receita para voz é ‘mel e maçã’, quem somos nós para contestar? O fato é que a maçã ‘desce limpando’, sendo recomendada em dez entre dez receitas para melhorar a rouquidão.
 
6 Lembre-se!O normal, com muita água, própolis, romã e silêncio, é que sua voz volte ao normal rápido. Se a rouquidão demorar mais de quatro ou cinco dias para passar, vá ao médico. Ela pode ser sinal de algo mais grave, como lesões, pólipos e outros problemas nas cordas vocais. Cuide-se!
 
7 Vai usar a voz com frequência?A rodinha de violão virou uma banda de rock? Vai virar habitué do karaokê? As palestras se multiplicaram e agora acontecem uma vez por semana? Quando estiver 100%, fazer um acompanhamento com um fonoaudiólogo ou aulas de preparação vocal será fundamental para manter a voz sempre saudável.

quarta-feira, julho 13, 2011

Como tornar seu dia inesquecível, parte 2

Continuando o post anterior sobre as 20 maneiras de tornar seu dia inesquecível, seguem mais cinco. Vamos de pouquinho em pouquinho para o assunto render, ha ha. Essas aqui eu sei que também funcionam, olha:


  • Dizer ‘sim’ para uma oportunidade espontânea - É, nem tudo pode ser planejado, é o que explicam os autores do post que originou esta série.
  • Pra mim, aceitar isso sempre foi um problema e é algo que tento trabalhar, já que aprendi tanto a duras penas que ‘furar planejamentos não é legal, principalmente quando envolve outras pessoas’ que hoje em dia tenho absoluto horror a golpes do acaso, aleatoriedades e coisas que não saem como planejado. Só que, contrariando minha crença, coisas não planejadas podem ser boas quando trazem boas oportunidades - e boas oportunidades são sempre boas. O que não quer dizer, ouviu, Marido? não quer dizer que furar coisas combinadas seja bom, e também não quer dizer que beber na Lapa traz boas oportunidades sempre. Tá? :p
  • Completar um trabalho não acabado - Sabe aquele artigo? Aquele livro? Aquela ilustração? Aquela escultura? HOJE, isso, HOJE é um bom dia pra terminar aquilo que você começou há semanas e não terminou ainda.
  • Documentar seu dia - Tirar fotos, desenhar, escrever um diário... os autores são pró ‘boas memórias’. Já eu, depois de anos e anos de diários escritos e online, acho meio bullshit: daqui a vinte anos, talvez tudo o que você queira será jogar seu passado na lixeira e viver o presente. Guardar coisas, livros, dados e se apegar ao passado pode ser legal, mas também pode ser uma prisão. De qualquer forma, documentar seu dia SEMPRE é legal para estimular seu texto, estimular seu olhar fotográfico e, porque não, inspirar outras pessoas. Aí sou a favor.
  • Sorrir e se ater ao que é certo - Novamente, é a questão da perspectiva: não importa o que aconteça, cabe a VOCÊ lidar com isso de uma forma positiva ou negativa. O que, para uns, é um desastre, para outros é uma oportunidade de recomeço, de aprendizado ou do que quer que seja. Apreciar o que você acha bom e aprender com o resto, esta é a chave.
  • Ser autêntico - Os autores do artigo falam sobre ser você mesmo, ser fiel a seus princípios. Só que, às vezes, ser fiel a seus princípios te torna uma pessoa desagradável, cabeça dura e intransigente, incapaz de viver em sociedade. Eu adaptaria essa questão, sabe? Acho que a autenticidade não é só ‘viver de acordo com os seus princípios’, mas também a questão da felicidade projetada: a gente se compara muito aos outros, sabe? Você que está solteira acha que só vai ser feliz quando tiver um namorado (porque outras pessoas têm e são felizes), você que não sai pra jantar fora toda semana em restaurantes exóticos acha que não é feliz porque não sai pra jantar fora toda semana em restaurantes exóticos, você acha que não é feliz porque não ganha um salário de 5 dígitos... muitas vezes isso não é uma necessidade SUA, mas um desejo projetado porque alguém faz isso e é legal e você gostaria de ter aquela vida. Só que aquelas pessoas não têm vidas perfeitas e, pra ter um salário de 5 dígitos é preciso abrir mão da sua vida pessoal... pra ter um namorado bacana é preciso abrir mão de um monte de preconceitos e abrir espaço na sua vida praquela pessoa... e por aí vai. Então... assim... seja autêntico: o que você REALMENTE deseja?
Em breve, as outras partes do post... afinal, são VINTE maneiras de tornar seu dia inesquecível. Enquanto isso, me conta: o que você tem feito para tornar seus dias inesquecíveis?

domingo, julho 10, 2011

Como tornar seu dia inesquecível, parte 1

Vi lá no Marc and angel Hack Life. Na verdade, eles listam 20 maneiras. Vou listar aqui de 5 em 5, pra não fazer aqueles posts gigantes, cansativos e que ninguém vai ler até o final. Mas eu li o post original até o fim e, sim, os dias serão melhores se você...

  • Tentar algo totalmente novo – já falei isso algumas vezes aqui. Aprender coisas novas, mudar de trajeto de vez em quando, fazer coisas que você nunca fez antes, experimentar comidas exóticas... e ainda que seja um projeto a longo ou médio prazo, o processo de aprendizado espanta o tédio da vida.
  • Conseguir se entreter com experiências do mundo real – É isso aí mesmo. Levante seu traseiro gordo e vá dar uma volta na rua, ver gente, ver o mar, fazer qualquer coisa ao ar livre. Faz bem PACAS. Inclusive é isso o que vamos fazer já já, assim que eu acabar de escrever este post.
    Trabalhar em algo que tenha algum significado pra você – As chances do seu emprego ser legal apenas porque paga o seu salário são grandes (e se tem uma coisa que agradeço todos os dias é pelo meu trabalho, que significa MUITO pra mim - faço algo que gosto num lugar cujo negócio é o meu negócio desde sempre), mas nada te impede de ter um projeto pessoal: uma banda? Um negócio paralelo? Você escreve, você desenha? Você faz tricô? Marc&Angel lembram bem e eu reitero aqui: a vida é curta demais, você deve começar a fazer algo que você gosta hoje mesmo.
  • Desafiar sua mente e corpo – Essa eu tenho algumas restrições. Desafiar DEMAIS pode ser uma ação suicida. Mas se você souber seu limite, manda ver: um novo esporte, uma nova dança, estimular a criatividade até o quase genial... é possível. Vamos nessa.
  • Concentrar em menos tarefas – É difícil. Eu sei. Mas fazer menos pode significar fazer bem, fazer com atenção, fazer com prazer. E a verdade é que gastamos muito tempo em tarefas inúteis ou não tão urgentes assim. Que tal diminuir o ritmo de vez em quando... mas fazer direito?

Ao longo da semana, posto as outras dicas. Enquanto isso..
  • O que você aprendeu hoje?
  • Já disse 'eu te amo' (sinceramente) pra alguém hoje?
  • Já abraçou alguém hoje?
  • Já agradeceu hoje?
  • Já visualizou o que você quer?
  • Já fez seu alongamento hoje?


Boa semana pra vocês!

segunda-feira, julho 04, 2011

O que você aprendeu hoje?

Foi assim que Henry Jenkins, que está LONGE de ser autor de auto ajuda, começou sua palestra no Descolagem, evento multimídia e hiperconectado que acontece desde 2008 e traz sempre nomes incríveis de arte, cultura, educação e tecnologia. E aí resolvi trazer pra cá, porque, bem, aprender coisas novas é fundamental e contribui para o encantamento. E encantamento diante do mundo É importante, sabe? É você perceber, todo dia, que o mundo pode ser legal (apesar das pessoas), perceber a beleza das coisas. Isso encanta, isso motiva, isso deixa feliz.

Hoje...

Bem, hoje na aula de Gestão de Crise eu aprendi que toda empresa deveria ter uma gerência do "vai-dar-merda". Também estou aprendendo a duras penas (por causa de uma afonia) a ficar em silêncio.

Ontem, assistindo ao documentário 'A doutrina do choque', aprendi alguma coisa sobre história política do Chile.

Sábado aprendi coisas bem interessantes sobre o sistema de educação municipal no Rio, sobre cultura participativa e também que se não ficar quieta, a rouquidão não passa.

Sexta aprendi a fazer um beehive no cabelo. E o mais legal: leva menos de 5 minutos, e não leva UM grama de spray.

E por aí vai. O deslumbramento não acaba, todo dia existe algo de novo para aprender. Se é útil ou não, vai saber... mas que existe algo de novo, não tenha dúvidas.

E você? O que aprendeu hoje?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...