segunda-feira, julho 16, 2012

Don't stop me now

Comecei esse projeto há cerca de 1 ano e pouquinho, e de lá pra cá, muita coisa mudou para melhor. Não, não estou milionária. Não, não dei entrada em imóvel próprio e ainda estou bem longe disso. Não, ainda não tenho estrutura financeira pra constituir família. Mas, fato, muitas coisas mudaram - para MUITO melhor. E outras ainda estão mudando. E como sei que estão mudando, se ainda não mudaram? Dá pra sentir.

Talvez isso tenha a ver com essa overdose de autoajuda, sim, sabe? Porque nada mais deixa meu copo meio vazio. Porque tenho aprendido a lidar com frustrações. Tenho aprendido a pedir o que quero. Tenho aprendido a FAZER o que quero que aconteça, já que o mundo não vai fazer por mim - sim, o universo pode conspirar a favor. Mas de nada adianta a conspiração universal se você não agarrar as oportunidades, não aprender com os erros, não fizer a sua parte.

Sim, eu sei os limites entre a crença cega em coisas impossíveis e o otimismo e a sensação de que vai dar certo porque estou fazendo a coisa certa. Já diria a literatura clássica de autoajuda que quando você se engana, as coisas não acontecem - porque, de alguma forma, você capta a vibração de que você está mentindo para si mesmo, tentando acreditar em algo que sabe que não é verdade. Acontece que as coisas estão acontecendo - no âmbito pessoal, profissional, de saúde... TODOS. Aos poucos, mas num ritmo bem mais rápido do que naquela época em que estava tudo estagnado, em que nada acontecia.



http://youtu.be/HgzGwKwLmgM

Ah, Queen é bom demais! E essa música ilustra perfeitamente o momento - não tente me parar, estou numa fase muito boa.

E por falar em tentar parar alguém... isso é assunto para o próximo post. Sim, sempre haverá alguém doido pra te parar por algum motivo, mesmo que inconscientemente. Tem como se proteger.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...